domingo, 31 de março de 2019

JEJUM É O QUE VALE: VASCO E FLAMENGO DECIDEM FINAL DA TAÇA RIO COM HISTÓRICO EM JOGO.

O fato de Flamengo e Vasco não usarem força máxima na final da Taça Rio neste domingo, às 16h, no Maracanã, não tira o sabor da conquista. Em um campeonato com regulamento confuso, o principal atrativo ainda é vencer o maior rival, sobretudo se houver tabus em jogo. Com time reserva ou titular, o Flamengo não perde uma final para o Vasco desde 1988.

O duelo que decidiu o Estadual daquele ano ainda é um divisor de águas. O gol de Cocada ao fim do segundo tempo, antes de ser expulso, selou a última vitória vascaína em finais contra seu arquirrival. De lá para cá, foram sete ocasiões em que se enfrentaram no formato clássico de final. Só deu o Rubro-Negro. Não estão sendo levados em consideração títulos que saíram em torneios de pontos corridos, como a Taça Rio de 1996, para o Flamengo, ou as Taças Rio de 1999 e Guanabara de 2000, para o Vasco.

Se o Rubro-Negro mais implicante quiser argumentar que 1988 não se tratava de final de turno, o jejum do Vasco aumenta e chega a 43 anos. Desde 1976 o Vasco não leva uma decisão de Taça Guanabara ou Taça Rio nos moldes atuais, de mata-mata. Naquele ano, o time da Gávea venceu nos pênaltis.
A última final entre Flamengo e Vasco foi recheada de polêmica. Em 2014, o ainda não perseguido Márcio Araújo deu o título aos flamenguistas com um gol irregular no fim da partida. Após o resultado, o goleiro Felipe, do Flamengo, disse que roubado era mais gostoso e batizou o duelo sem querer.

Fonte ExtraGlobo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMPARTILHAR

Anuncie Aqui 98705-3786