RÁDIO COMUNITÁRIA DE CAMPO REDONDO: BRASIL REGISTRA 3.251 MORTES EM DECORRÊNCIA DA COVID-19 NAS ÚLTIMAS 24 HORAS. PAÍS SE APROXIMA DA MARCA DE 300 MIL MORTES

ATUALIZANDO...

RadiosNet

terça-feira, 23 de março de 2021

BRASIL REGISTRA 3.251 MORTES EM DECORRÊNCIA DA COVID-19 NAS ÚLTIMAS 24 HORAS. PAÍS SE APROXIMA DA MARCA DE 300 MIL MORTES

Foto AFP
No dia escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para pronunciamento em rede nacional de rádio e televisão sobre a vacinação, o País superou a marca de 3 mil mortes diárias de covid-19 e bateu novo recorde de óbitos registrados em 24 horas pela doença.

Dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) divulgados nesta terça-feira (23), mostram 3.251 óbitos por covid-19 no período, superando a marca anterior, de 2.841 mortes, em 16 de março.
Com os registros, o País também se aproxima da marca de 300 mil mortes, total que deve ser superado amanhã (24), pois acumula 298.676 óbitos.

O levantamento do Conass, que compila dados de secretarias de Saúde dos 26 Estados e do Distrito Federal apontou ainda 82.493 novos casos de covid-19 em 24 horas, com um total de 12.130.019 em pouco mais de um ano de pandemia.

Vacinação
Versão atualizada do cronograma de vacinação brasileiro mostra ainda uma queda de 10 milhões de doses na previsão de imunizantes contra a covid-19 para distribuição em abril. A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) reduziu a estimativa de entregas em 9 milhões, enquanto o primeiro lote de doses da Pfizer saiu da previsão oficial.

Em nota, o Ministério da Saúde disse que "não é responsável pela redução no cronograma". "Para concretizar o envio dos imunizantes, a pasta depende da entrega efetiva das vacinas pelos laboratórios fabricantes", afirmou o ministério.


No cronograma apresentado nesta terça-feira, o ministério não deixa claro o total de doses esperadas para abril. Antes, a pasta previa a entrega de 57,1 milhões de vacinas para o mês. Este número incluía ainda 1 milhão de unidades da Pfizer. Agora, a Saúde afirma que de abril a junho serão entregues 13,5 milhões de doses desta farmacêutica, mas não detalha o número previsto para o próximo mês.

Apesar da redução em abril, o ministério ainda espera receber cerca de 100,4 milhões de doses da vacina de Oxford/AstraZeneca, envasadas na Fiocruz, no primeiro semestre de 2021.

Fonte Nominuto.com 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DESTAQUE DO DIA

LUTO: MORRE O MÉDICO, PROFESSOR E EX-VEREADOR DE NATAL ENILDO ALVES

Faleceu em Natal, o médico, professor e ex-vereador, Enildo Alves. As informações são do Blog do Heitor Gregório. Nos últimos dias, Enildo s...