SETEMBRO AMARELO

SETEMBRO AMARELO
FALE COM ALGUÉM E DIGA SIM A VIDA!

terça-feira, 28 de fevereiro de 2023

GOLPE DO PIX: HOMEM É PRESO NO INTERIOR DO RN POR HACKER REDES SOCIAIS E SOLICITAR DINHEIRO A CONTATOS.

Um homem de 25 anos de idade foi preso na manhã desta terça-feira (28) no município de Pendências, no interior do Rio Grande do Norte, suspeito de aplicar golpes financeiros roubando perfis em redes sociais e solicitando dinheiro aos contatos.

Hacker de 25 anos foi detido em Pendências, no interior do estado, nesta terça-feira (28). Investigação durou cerca de um ano.

Um homem de 25 anos de idade foi preso na manhã desta terça-feira (28) no município de Pendências, no interior do Rio Grande do Norte, suspeito de aplicar golpes financeiros roubando perfis em redes sociais e solicitando dinheiro aos contatos.

De acordo com 7ª Delegacia Regional de Policia Civil, de Patu, o homem hackeou a conta de uma pessoa, se passou por ela e pediu dinheiro - através de PIX - a familiares e amigos da vítima por contato em aplicativos de mensagens e redes sociais.

Contra o suspeito, foi expedido um mandado de prisão preventiva pela Comarca de Patu pelo crime. Policiais da 60ª Delegacia de Polícia, de Pendências, cidade onde estava o suspeito, também participaram da ação para prendê-lo.

Segundo a Polícia Civil, o hacker é suspeito de ter aplicado golpes contra outras vítimas na região do Alto Oeste potiguar. Os demais casos serão investigados.

"O investigado, por meio de uma rede social, aplicou diversos golpes na região do Alto Oeste. Ele havia hackeado o Facebook da vítima e, se passando por ela, solicitou dinheiro para vários amigos do perfil. Essas, acreditando que estavam falando com a vítima, efetuaram a transferência para o investigado", explicou o delegado de Patu, Paulo Cesário.

A investigação do caso durou cerca de um ano. "Após um ano de investigação, e tendo reunido todos os elementos probatórios, nós conseguimos a expedição do mandado de prisão", completou o delegado.

O suspeito foi encaminhado para o sistema prisional, onde ficou à disposição da Justiça.

Fonte G1 RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário